SEO: O que é e como funciona a otimização de sites no Google

Tempo de leitura: 5 minutos

SEO: O que é? Como funciona? Como aplicar? Dúvidas bastante comuns, mas que são sempre precedidas pela dor principal de qualquer empresa quando falamos de bom posicionamento nos meios digitais:

Contratei uma empresa para desenvolver meu site, mas e agora, em qual posição vou aparecer no Google? Quero aparecer em primeiro!

Certamente esse é um dos maiores dilemas das empresas que investem em marketing digital. E não é pra menos, já que o Google representa no Brasil 86% do Market Share de buscas (dados de 2013 da Hitwise). Isso significa que de cada 100 buscas online feitas no Brasil, o Google é mediador de 86.

Vamos começar entendendo a tela de resultados de pesquisa do Google. Os resultados são divididos em Links Patrocinados (publicidade) e Resultados Orgânicos.

 

resultados-pesquisa-google-serp

 

Os Links Patrocinados são pagos (entenda Como funciona o Google Adwords), enquanto os Resultados Orgânicos não. E o conjunto de técnicas aplicadas para posicionar melhor seu site nos Resultados Orgânicos se chama SEO (Search Engine Optimization); traduzindo, Otimização nos Mecanismos de Busca. Já a soma do SEO + Links Patrocinados é chamada de SEM (Search Engine Marketing), ou Marketing nos Mecanismos de Busca.

 

resultados-seo
SEO: conjunto de técnicas aplicadas em seu site para melhor posicionamento nos Resultados Orgânicos.

 

Agora que você já sabe a diferença entre os dois tipos de resultados, me permita te jogar um balde de água fria: Ninguém pode te prometer em qual posição sua empresa aparecerá nos Resultados Orgânicos.

Pois é… Por isso o SEO é tão importante, para ajudar seu site a se posicionar melhor nos Resultados Orgânicos.

E uma informação importante: Os resultados orgânicos recebem em média 70% dos cliques.

Mas não vamos focar no Google, vamos falar dos mecanismos de busca como um todo e da importância do seu site estar bem posicionado. Até porque pode ser que algum dia o Google nem seja o número 1 no mundo (sei…).

 

Foque naquilo que realmente importa: Pessoas

rede-de-pessoasVocê se lembra quando foi a última vez que recorreu a um catálogo telefônico para encontrar um serviço ou endereço? Muitas dessas atividades, que há apenas alguns anos eram realizadas em outros meios, hoje estão concentradas na internet.

A tecnologia surgiu para facilitar nossas vidas, e os buscadores são uma excelente porta de entrada. É por meio das ferramentas que as pessoas procuram produtos e serviços.

Quando você faz uma pesquisa em algum buscador o objetivo dele é retornar os resultados mais relevantes para a pesquisa feita. E o Google está ficando cada vez mais inteligente nesse aspecto, de update em update.

Tendo claro que estamos lidando com pessoas, citarei alguns trecho das Diretrizes do Google para Webmasters:

  • Crie páginas principalmente para os usuários, não para os mecanismos de pesquisa
  • Não engane seus usuários
  • Evite truques para melhorar a classificação nos mecanismos de pesquisa. Pergunte a si mesmo: “Isso ajudará meus usuários? Eu faria isso se os mecanismos de pesquisa não existissem?”
  • Pense no que torna seu site único, valioso ou envolvente. Faça com que seu site se destaque da concorrência

Em suma, a verdadeira essência que você precisa saber sobre SEO é simples: crie um site bom para as pessoas. Quanto melhor ele for em relação a conteúdo, usabilidade, tempo de carregamento etc. melhor ele será pros mecanismos de busca, OK?

 

Os 3 Pilares do SEO

Podemos dividir o SEO em 3 fatores chaves, sendo: Tecnologia, Conteúdo e Reputação.

 

3-pilares-seo

→ Tecnologia: voltemos a falar de pessoas. Todos os detalhes técnicos que possam ajudar as pessoas a navegar bem no seu site compõem a base da pirâmide. Pra citar alguns:

  • A estrutura dos endereços das páginas (URLs amigáveis; www.site.com.br/minha-pagina é mais intuitivo que www.site.com.br/?=p256)
  • Tempo de carregamento do site
  • Título único para cada seção do site

→ Conteúdo: este sim, este SIM é um item de muita importância. Na internet conteúdo e rei, e é esta a razão única e exclusiva que leva as pessoas a navegarem de site em site, consumindo mais e mais informações. Se a tecnologia é a base, o conteúdo vem na sequência. Então escreva conteúdos únicos, dê as pessoas razões para visitarem seu site e para voltarem sempre. Esta é a única maneira de gerar tráfego constante em seu site, através de conteúdo relevante. E para se dar bem é fundamental ter claro seus objetivos e saber para quais palavras chave você quer ser otimizado. Seu conteúdo deve ser escrito baseado nelas.

→ Reputação: por último e não menos importante, reputação. Pense comigo: quando você precisa comprar algum produto ou contratar algum serviço você geralmente faz uma rápida pesquisa na internet sobre ele, certo? E caso exista o comentário de algum amigo próximo, certamente terá mais peso ainda na sua decisão. O Google sabe disso, por isso ele valoriza coisas como:

  • Link Building: links externos (de preferência de qualidade) apontando para o seu site (Ex: a Gisele Bündchen linkando para um blog de moda tem muito mais peso que este mesmo link vindo de outra fonte não tão relevante no mercado em questão)
  • Fator social: sua empresa está nas redes sociais? Interage com o público? Posta frequentemente? Então parabéns, isto pode ajudá-la a conseguir Curtidas, Twittadas e +1’s (moeda social), sendo que este último tem um peso ENORME na reputação do seu site.

 

Finalizando, o SEO bem feito pode sim colocar sua empresa no topo dos Resultados Orgânicos dos buscadores, mas é necessário ter paciência e fazer o dever de casa. SEO é um investimento constante e os resultados são percebidos em médio/longo prazo. E se a sua necessidade é mais imediata, desfrute também das possibilidades do Google AdWords.

Falando assim parece ser simples, mas na prática é outra história. Então absorva bem a essência do SEO e aplique estas 14 Dicas de Ouro para otimização de sites no Google que preparei para ajudar a alavancar seu site.

Leia sempre; se atualize sempre; seja curioso! Você vai longe.